Leonardo Ota : Diário de um meditante

Conselho do Coração de Choegon Rinpoche

Gosto de registrar no meu site pessoal textos e conteúdo que tocam o meu coração, assim posso visitá-lo frequentemente para rever esses textos importantes.

Este é um lindo texto de um grande mestre da tradição Drukpa do budismo dos Himalaias que eu sigo e pratico.

Tradução livre da minha querida amiga do Dharma Silvia Amélia Oliveira.

Meus Queridos Amigos do Dharma,

Eu espero que todos estejam bem. Aqui estão algumas poucas palavras que eu quero que vocês guardem no coração.

Não tenham muitas expectativas quando praticarem o dharma. No Vajraiana, a própria prática é o resultado, o fruto. Então, pratiquem diligentemente.

Esperar alcançar qualquer resultado rapidamente ou desesperadamente pode ser um obstáculo no caminho do Vajraiana. Ninguém pode realizar a natureza da mente tão facilmente, mas todas as pessoas podem ter um lampejo, um vislumbre, através das bênçãos do Guru. Então, apenas continue a meditar. Os grandes sábios dizem “Não é meditação, mas se habituar ou se familiarizar com”. Isto significa que você tem que se manter sempre presente, isto é meditação.

Se você não consegue fazer isso no começo, então tente meditar sempre que seu tempo permitir. Mas não procure por resultados imediatos nem tenha expectativas de que as coisas vão mudar dramaticamente. Se fizer isso, os Maras (as obstruções) vão chegar. Você não deve se prender em esperanças. Se você se prender em esperanças, vai se prender em medos também.

Pratique o caminho do meio. Isto é especialmente verdadeiro para aqueles que têm um emprego ou uma carreira decente. Eles não devem simplesmente largar seus empregos ou parar de trabalhar. Mantenham seu emprego ou trabalho, e ofereçam o seu melhor para servir aos seres humanos e à humanidade. Assegure apenas que o Dharma seja parte de sua vida diária, do seu modo de vida. Seja gentil e seja sempre cuidadoso e cooperativo em seu ambiente de trabalho. Mantenha um coração alegre e trate todos com bondade. Encontre tempo para praticar a qualquer hora e em qualquer lugar que você possa. Viva uma vida saudável. Seja responsável, cuide das pessoas à sua volta. Seja habilidoso; não projete a imagem de um fanático religioso. Foque na devoção ao seu guru. Esta é a única forma de atingir realização. De acordo com o Vajraiana, se você perder devoção por seu guru, é o sinal de que o maior dos Maras entrou no seu coração. Fique atento a isto!

Eu quero que todos os meus alunos aprendam isso e façam disso a sua forma de vida, para cultivar uma comunidade Dharma-Sangha saudável. MARA É EGO. DHARMA É AUSÊNCIA DE EGO.

É por isso que todos nós podemos ser bodisatvas.

Com muito amor e bênçãos,

Druk Choekyi Gonpo



Me encontre: email | facebook | rss